O CURSO   |   PERFIL PROFISSIONAL  |   ESTÁGIO E PRECEPTORES


ENFERMAGEM

CURSO: ENFERMAGEM
ATO LEGAL:
* AUTORIZADO PELA PORTARIA Nº 3.295, DE 18/11/2004, D.O.U. DE 19/11/2004.

COORDENAÇÃO DO CURSO: Ana Leda Bertoncini Simões.

FORMAÇÃO:
graduação em enfermagem pela Universidade de Marília – Unimar; PÓS GRADUAÇÃO em Hematologia e Hemoterapia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho UNESP- Botucatu; MESTRADO em Saúde e Trabalho pela Universidade Estadual de Campinas UNICAMP.

INTEGRALIZAÇÃO: no mínimo de oito e no máximo de quatorze semestres letivos.

REGIME DE MATRÍCULA: Crédito Semestral.

MISSÃO
Formar um profissional qualificado para o exercício da Enfermagem,com base no rigor científico cultural e intelectual, pautado em princípios éticos, para atender ao indivíduo,família e comunidade nos diferentes estágios do ciclo vital e sob a perspectiva do processo de cuidar, que abrange as dimensões de prevenção,promoção,proteção e restauração da saúde.

CONCEPÇÃO
Assegurar ao acadêmico-profissinal uma formação teórico-prática fundamentada no rigor científico, técnico, nas reflexões humanistas e na conduta ética. Com isso a FAESO opta por desenvolver o projeto pedagógico do Curso de Enfermagem em integração com os outros cursos da área da saúde (Educação Física e Fisioterapia) e com a comunidade. O curso tem estrita observância as Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Enfermagem, Portaria 1721 de 15 de novembro de 1994, do Ministério da Educação e em conformidade com a Resolução CNE n.º 3/2001.

O projeto do curso tem um caráter multidisciplinar inserindo-se no contexto da ciência e da sociedade e visando ampliar e enriquecer o conhecimento e a formação do aluno.

A articulação das unidades de conhecimento, de formação específica e ampliada e suas práticas, com as necessidades da comunidade será estabelecida, num primeiro momento, através de convênios já firmados. Estes convênios representam um compromisso de integração com serviços da saúde do município e com o sistema de saúde vigente no país (SUS).

A articulação das atividades de ensino, pesquisa e extensão e a integração dos cursos da saúde se efetivarão através da delimitação de um eixo norteador que instruiu a construção dos currículos, envolvendo as múltiplas atividades dos cursos (disciplinas, extensão, pesquisa e estágio). Esse eixo norteador foi o CICLO VITAL (Etapas do Desenvolvimento Humano), a partir do qual serão elaborados temas que abrangerão atividades de sala de aula, e estarão presentes no Programa de Treinamento Profissional (PTP) e nos estágios.

A construção destes temas envolverá a coordenação e corpo docente do curso, e observará as ementas das diversas disciplinas. Terão dois momentos privilegiados de elaboração, mas que não são exclusivos. O primeiro durante a semana de planejamento do semestre e o segundo nas reuniões regulares de colegiado de curso. Os temas geradores orientarão os trabalhados em salas de aulas e ganharão um maior significado para os alunos a partir do envolvimento nas atividades do PTP e do Estágio.

Na prática pedagógica aqui proposta, permeando todos os temas geradores, a questão ética se coloca como um tema transversal de sensibilização e reflexão crítica. A ética deve imprimir, por parte do educador, um empenho para que todos sejamos capazes do exercício pleno da liberdade, o que supõe responsabilidade. Assim, se faz necessário a ligação entre as noções éticas e as situações vivenciadas pelos educandos. A ética é a proposta que emerge como alternativa para que possamos dialogar com os desafios que o cotidiano nos impõe.

O Curso de Graduação em Enfermagem da Faculdade Estácio de Sá de Ourinhos tem as bases da sua criação assentadas, portanto, nos princípios da ética com a intenção de não ser mais um curso, mas de formar um profissional generalista, humanista, com visão crítica e reflexiva.

Assim, a proposta pedagógica deste curso foi concebida a partir de muita reflexão, estudos e discussões para que possa contribuir para a formação do enfermeiro dotado de competências e habilidades para o exercício de sua função.

OBJETIVO:
O Curso de Graduação em Enfermagem da Faculdade Estácio de Sá de Ourinhos tem como eixo norteador da construção de seu currículo o Ciclo Vital e o processo de Cuidar como foco da formação do Enfermeiro.
O enfermeiro que se pretende formar deve atuar e coordenar sua equipe de trabalho numa perspectiva que transcenda o fazer técnico e o cuidado com o corpo biológico. Saberá resgatar o cuidado autêntico, que reconhece o homem como ser social, histórico e existencial.
Pretende-se, também, formar um enfermeiro que integre e interaja criticamente, como sujeito ativo, co-responsável e co-participante nas decisões de qualquer natureza, na equipe de forma inter, multi, pluri e trans disciplinar.
Para tal, a inserção do aluno, desde seu ingresso no curso de graduação, é planejada para que assuma atividades e trabalhos intracurso e intercursos, aprendendo e exercitando o respeito, o limite, o comum e o diferente na equipe interdisciplinar.
Nesse sentido, o aluno de Enfermagem conviverá em alguns momentos com os alunos de Fisioterapia e Educação Física. Esse compartilhar extrapola, inclusive, o espaço interno da Instituição, entendida como salas de aula, biblioteca, laboratórios e espaços de convivência estudantil. Ele avança além muros, integrando os alunos em instituições prestadoras de serviço à comunidade onde cada um, de acordo com a sua formação, realizará uma faceta do trabalho proposto e planejado por todos.
Considerando sua proposta e na estrita observância das diretrizes curriculares, o Curso de Graduação em Enfermagem da Faculdade Estácio de Sá de Ourinhos, volta-se à formação do enfermeiro objetivando:
Formar um profissional com visão generalista, humanista, crítica e reflexiva. Profissional qualificado para o exercício de enfermagem, com base no rigor científico e intelectual e pautado em princípios ético-legais. Capaz de reconhecer e intervir nos problemas / situações de saúde e doença mais prevalentes no perfil epidemiológico nacional e regional, identificando as dimensões bio-psico-sociais dos seus determinantes. Capacitado a atuar, com senso de responsabilidade social e compromisso com a cidadania, como promotor da saúde integral do ser humano.
Ou seja formar um profissional ativo e criativo no contexto onde irá atuar, e com sabedoria na equipe interdisciplinar, em situações de atendimento individual e coletivo.